5 de setembro de 2013

Meu canto

Canto minha alegria 

Canto gratidão pela vida 

Canto a sorte das horas 

Canto os sons naturais 

Canto saudades e sombras 

Canto o meu Coração 

E disso tudo resguardo a lição 

E nisso tudo respinga ilusão


Um comentário:

i-Pat Patricia disse...

Canta, canta sempre!