27 de dezembro de 2010

Adeus...

...
interessante como os últimos dias do ano se parecem inúteis - é como se tudo agora esperasse pela chegada de 2011.
Não se inicia nada, não se continua nada, somente esperamos pelo próximo ano quando, aí sim (!), faremos - agiremos, iniciaremos e etc..

Também é um tempo de promessas:
  1. Estar no mundo sem ser do mundo.
  2. Vencer a preguiça.
  3. Trabalhar menos e render mais.
  4. Cantar mais em mais lugares - cidades, estados, países.
  5. Estudar
  6. Namorar
  7. pedalar
Uma pequena lista que, no entanto, revela a ordem das minhas prioridades. Alguém surpreso?
Nem eu!

2010 vai-se embora levando velhas parcerias musicais, velhas demandas atendidas e desatendidas, velhos conceitos.

Também quero conhecer Fernando de Noronha, mudar de casa, plantar uma árvore...

e beijos e abraços e um 2011 excelente epróspero em todos os sentidos!

3 comentários:

Roberto Leandro disse...

sucesso!

Fablogueira disse...

Sempre fazemos promessas... geralmente as mesmas, todos os anos!

Verdade é que temos essa necessidade, além do desejo para todos e para si próprio de que o ano que se inicia seja o melhor de todos.

Fabi.

Kelli disse...

Inshallah!!!